Alexandre Aschenbach

Um novo jardim


img_029_001.png

Eu gosto de pensar que cada emprego é como um jardim.

Quando começamos um novo trabalho temos um jardim revirado, que não está com as flores e plantas que queremos, o aspecto não é o que desejamos, a grama está por cortar...

Começamos então a trabalhar.

Retiramos as ervas daninhas, plantamos pequenas mudas de flores, desenhamos os caminhos, retiramos as pedras que incomodam e transformamo-las em passeio.

Adubamos, regamos, aparamos a grama e continuamente cuidamos de nosso pequeno jardim.

É um trabalho diário e incansável. Sempre surgem ameaças que devem ser combatidas para que nossas plantas não definhem antes de florescer.

Com o tempo alguns outros jardineiros passam a admirar nosso esforço; outros acham que o esforço é em vão.

Outros ainda se animam tanto que voltam a cuidar do jardim que deixaram há muito tempo sem cuidados.

Há ainda os que, vendo nosso trabalho, resolvem ajudar. Sugerem novas cores, novos desenhos, alguns até cortam a grama para nós.

Infelizmente há os que dão uma pisadinha no jardim, jogam um pouco de veneno em algumas plantas mas, por fim, conseguimos vencer.

Nosso jardim floresce, fica bonito, fica agradável.

img_029_002.png

Mas o cuidado deve ser constante, e nós resistimos, sempre cuidando do jardim.

Algumas vezes é necessário retirar algumas plantas, trocar por outras. Pode faltar adubo ou água um dia ou outro, mas nós insistimos e nos reinventamos para conseguir manter nosso jardim belo e sadio.

Por vezes ensinamos outros jardineiros a cuidar de nosso jardim e sugerimos melhorias no jardim deles, dividindo nosso conhecimento em jardinagem.

Até que chega o dia em que vemos que há outro jardim para cuidar ou, ainda, que vendo como nosso jardim está bem cuidado outros pedem para que passemos a cuidar de outro jardim. Fica então nosso jardim nas mãos dos hábeis jardineiros que já estão acostumados ao trabalho no jardim atual.

Então deixamos para trás as flores, as plantas, o aroma e os jardineiros, nossos colegas atuais.

Se nosso jardim está florido, agradável e saudável, podemos então deixá-lo sem preocupações. Se fomos capazes de orientar nossos atuais colegas a cuidar do jardim, melhor ainda.

Penso sempre nisso: será que meu jardim está bem cuidado? Será que estou sendo capaz de auxiliar meus colegas a se tornarem melhores jardineiros? Como e quanto estou contribuindo para isso?

Quando as respostas são positivas, fico tranquilo e satisfeito.

Pense também no seu jardim e não esqueça dos jardineiros seus colegas. No futuro, você sempre colherá flores, seja lá em qual jardim estiver trabalhando.